Archive for the ‘Lingua Portuguesa’ category

Convite

Maio 5, 2014

image 6 M

Anúncios

Sessão Solene homenageia Dia da Comunidade Luso-Brasileira

Abril 22, 2014

sessão solene

O dia da Comunidade Luso-Brasileira e o Descobrimento do Brasil, ambos comemoradas em 22 de abril, foram celebrados nesta terça-feira (15/4) em Sessão Solene realizada na Câmara Municipal de São Paulo.

A cerimônia foi uma iniciativa do vereador Toninho Paiva (PR) e contou com a presença dos integrantes do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo. “O Objetivo maior é de não deixar apagar a história do nosso país. Não devemos deixar essa chama de irmandade se apagar. Os portugueses trouxeram uma riqueza cultural muito grande ao Brasil, que deve ser lembrada sempre”, ressaltou o vereador.

Empresários, escritores, jornalistas e artistas que representam a comunidade e fomentam a cultura portuguesa no Brasil foram homenageados. “O dom de admirar é tão prazeroso quanto o dom de ser admirado. Essa homenagem é uma forma também de agradecermos ao povo português por tudo que nos ensinou”, disse o cantor Sílvio Brito.

Para o cônsul geral de Portugal em São Paulo, Paulo Lopes Lourenço, a homenagem é mais do que justa, tendo em vista a importância do folclore português para desenvolvimento do Brasil.

Fonte: www.camara.sp.gov.br

Sobre os 100 Anos da Saraiva

Abril 11, 2014

por Cyro de Mattos

Este ano, no dia 13 de dezembro, o Grupo Saraiva completará 100 anos. Em comemoração, está  elaborando algumas ações que serão realizadas ao longo do ano. Uma delas é a criação de um hotsite para divulgação dessas ações. E, nele, irá  também publicar depoimentos de pessoas que fizeram parte dessa história. Maria Regina de  Mello, do departamento de Marketing, solicitou-me um depoimento, contando brevemente um pouco de minha  história como autor publicado pela Saraiva e o que representa fazer parte desse centenário.

Leia, a seguir, meu breve depoimento. Fico grato.

“Publicar um livro por uma editora tradicional e expressiva como a  Saraiva  torna-se um prêmio dos mais importantes para o autor de livros infantis. Quando o autor está em começo de carreira, esse prêmio é ainda mais fascinante. Foi o que aconteceu comigo. O fato ressoou dentro de mim como algo que de repente se transformou de sonho em realidade, envolvendo-me com suas ondas cheias de alegria.

Tudo começou quando enviei  para o conselho editorial da Saraiva  os originais de O Menino Camelô  em 1991. Tive a grande satisfação de saber que meu livro havia sido aprovado para participar na Coleção Mindinho e Seu Vizinho, a qual estava sendo criada à época  pela doutora Samira Youssef.. Ano depois, tive uma surpresa agradável.  O livro ganhou o Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Artes, considerado como o melhor do ano nas letras infantis brasileiras.

  De lá para cá, O Menino Camelô  já alcançou mais de  doze edições. Vendeu mais de 120 mil exemplares. Circulou nas livrarias e na sala de aula de escolas brasileiras. Foi adquirido por programas de órgãos de educação e cultura do governo brasileiro.. Foi assim o livro que me lançou como escritor nacional e me incentivou a continuar na jornada literária.

Já publiquei cinqüenta livros,  quarenta e dois no Brasil e oito na Europa. Desse conjunto quatorze  são para crianças. Além de O Menino Camelô, de poesia, publiquei mais quatro livros infantis  pela Saraiva, todos eles com reedições:  O Circo do CacarecoHistórias do Mundo que Se Foi, O Goleiro Leleta e Outras Fascinantes Histórias de Futebol, O Menino  e O Trio Elétrico,  que foi também publicado na Itália. Vários poemas meus foram extraídos desses cinco livros e estão inclusos em antologias e livros de didática infantil.

Um autor é mais conhecido quando mais divulgado por editora séria no circuito nacional. É o que sempre acontece comigo quando o selo editorial no meu  livro é da Saraiva.

Felicito o grupo Saraiva pelos 100 anos de existência, de intensa divulgação e celebração do livro, numa amostra exemplar  de que o mesmo continua vivo, embora sofra a mudança de suporte hoje. A contribuição exemplar do Grupo Saraiva em prol da nossa cultura ressalta que o Brasil é possível,  com pessoas e livros, como já dizia Lobato”..

 

II Congresso da Cidadania Lusófona

Abril 1, 2014

II CCL-cartaz

Colóquio Raul Lino em Sintra

Março 31, 2014

Convite coloquio Raul Lino em Sintra

O Ideal Português na Filosofia

Fevereiro 10, 2014

por António Quadros

Imagem texto de Antoni Quadros

“A filosofia autêntica, aquela que nada recusa na sua infinita apetência de sabedoria, aquela que não despreza um sinal, por mais inaudível, aquela que não passa ao lado de um caminho, por mais perigoso, aquela que não desvia os olhos de uma possibilidade, por mais ingrata aos prestígios da época, a filosofia autêntica reclama o direito de exceder o facto, a experiência, a razão, a ideia, o conceito, o próprio homem, cuja assunção física e metafísica permanece aquém da sua substancial realidade. (…) Mas compreende-se perfeitamente hoje, hoje que somos o futuro nebuloso em que os positivistas há cem anos confiavam, que determinados fenómenos não podem ser apreciados como factos, escapam a toda a tentativa de legislação e muito menos podem ser repetidos e desmontados por experiência de laboratório. A maioria das essenciais interrogações da filosofia, desde a origem da vida até ao fim da existência, não obtiveram da ciência positiva senão respostas que revertem de novo ao a priorismo metafísico e idealista e são defendidas ou impostas pelos seus adeptos por formas que têm quase todos os atributos da crença ou mesmo da fé. (…)”

 Trecho do livro “O que é o ideal português”, Edições Tempo (1962) pp.27-28

Oficina Temática Inês de Castro 2014 – Origami do Amor

Janeiro 22, 2014

oficina fevereiro_2014

O Depto Cultural do Clube Português, apresenta na programação de fevereiro o projeto cultural “Cartas para Inês de Castro” da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, cuja finalidade almeja compartilhar a defesa dos Direitos das Mulheres com a difusão da emocionante história de Inês de Castro, por intermédio da realização da Oficina Temática Inês de Castro.

O projeto oferece uma oportunidade às mulheres brasileiras, entrar em contato com a literatura portuguesa através de um episódio medieval qual há séculos comove o mundo: a história de amor de Pedro & Inês.

A programação conta com a oficina “Origami do Amor”, com Júlia Mikita e Alexandra Pawlak e “A Última Noite de Inês de Castro”, monólogo com Jam Pawlak.

Inscrições abertas de 21/1 até 7/2, das 10h às 16h no telefone 3663-5953 ou biblioteca@clubeportuguessp.com.br 
Serviço:

Data: 9 de fevereiro de 2014

Horário: das 15h às 18h

Local: Rua Turiassú, 59 – Perdizes

3663-5953

biblioteca@clubeportuguessp.com.br


%d bloggers like this: