BANANEIRA

por Raquel Naveira

bananeiraBananeira não é árvore,
Não tem tronco,
Somente folhas,
Fileiras de hastes,
Palmeiras,
Bandeiras verdes
Que acenam
E logo fenecem.

Na primeira estação,
O cacho,
Coração pendido,
Roxo e pisado
Como olheira,
Será cortado,
Colocado na fruteira;
Sem merecer mais interesse,
Secará a bananeira.

As ilusões se constroem na mente
E, à sua maneira,
Dão frutos impermanentes
Como a bananeira.

Explore posts in the same categories: Poemas & Poesias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: