A NOITE DE NATAL

Por José Simões Dias

Filhas do  meu povoado, é meia- noite,

E um canto festival

Atroa os aros e se repercute

Nas quebradas do vale.

São os ranchos que vêm cantando agora

As loas do Natal

“Esta noche ex noche buena,

Y no es noche de dormir,

Que está la Virgen de parto

Y a las doce há-de parir;

Esta noche es noche buena,

Y no es noche de dormir.”

 

Já se ilumina a torre e o templo se abre,

E já de par em par

Estão as portas, e em tropel festivo

Os ranchos a entrar:

E o sineiro sentado na ventana

Contínuo a repicar.

“Sinos, tocai; falai, sinos,

Sinos da minha paixão:

Morda-se o moiro e o gentio,

Exulte meu coração,

Que os sinos hoje celebram

A noite da redenção.”

 

 

Em liras de ouro os anjos nos espaços

Cantam hinos de amor,

E sobre a terra os homens jubilosos,

Longe a tristeza e a dor,

Ao templo acodem, celebrando em cânticos

O ansiado Redentor.

“Harpas d’ouro, liras de ouro,

Anjos do céu afinai;

Sobre cúmulos de nuvens,

Querubins, cantai, cantai;

Paz na terra e nas alturas

Glória e louvor a Adonai.”

 

Os instrumentos rústicos atroam

Por toda a povoação;

A bomba retumbante no ar se inflama

De um súbito clarão;

A alegria endoidece: à festa, à festa,

Meu triste coração.

“Buena noche, noche buena,

Quem a não festejará?

Noite d’ano como esta

No calendário não há!

Que a missa da meia-noite

Paz e alegria nos dá.”

  

Longe da minha terra e dos meus lares,

De irmãos, de mãe, de pai;

Oh! Ninguém sabe que tristeza agora

Pela minha alma vai;

Moças de alheia terra, enquanto eu gemo,

Por mim folgai, folgai.

“Ó meu Jesus pequenino

Nos braços da alegre mãe,

Que nasceste sobre palhas

No presépio de Belém,

Bendito Jesus que vieste

Ao mundo por nosso bem.”

 

Vamos à igreja descantar louvores

Ao soberano Rei,

Que da altura do céu propício vendo

A transviada grei,

Por ela ao mundo veio, ao mundo dando

Lição, exemplo e lei.

“Repica o teso pandeiro,

E a ronca fá-la gemer;

Que as festas da noche buena

Festas são dignas de ver;

Festejos que d’alma nascem

Deus é que os sabe entender.”

  

Na sacristia o padre se reveste,

Vai ao altar subir.

Já o trono de luzes se retouca,

E flores a florir;

Quem é que a missa do Natal não há-de

À meia-noite ouvir?

“Padre cura, meu bom padre,

Padre dos nossos avós,

Já que esperaste por eles

Espera também por nós;

Para o ‘bendito e louvado’

Estamos compondo a voz.”

 

Cantai ao desafio a noche buena;

Que também lá nos céus

Cantam os anjos cânticos de glória

À glória do seu Deus.

Cantai, donzelas, e que os vossos carmes

Supram os cantos meus.

“Tangedores de viola,

Tirai-lhe cânticos mil;

Pastores das cercanias

Tangei flauta e tamboril,

Enquanto eu vou afinando

As cordas do arrabil.”

 

Quem sabe no futuro, tão incerto,

Os dias que lá vêm?

Se tornaremos de hoje a um ano à igreja

A ver a Virgem Mãe,

Que tem nos braços o divino Verbo

Hoje nascido em Belém?!

“Filho da Virgem Maria,

Bendito sejas, Senhor,

Que entre palhinhas de pobre

Nasceste por nosso amor;

Bendito sejas, bendito,

Meu divino Redentor.”

 

A meia-noite é dada, ao templo, ao templo

Vamos ouvir cantar

Os pastores que estão no adro à espera

Que o padre suba ao altar;

Vamos à igreja, pressurosos vamos

A Deus Menino orar.

“Que esta noche es noche buena,

Y no es noche de dormir,

Que está la Virgen de parto

Y a las doce ha-de parir…

Esta noche es noche buena,

Y no es noche de dormir.”

 

*****

 * De Canções Meridionais, vol. IV, incorporado depois ao livro As Peninsulares, que recria a obra poética do autor.

Advertisements
Explore posts in the same categories: Religião

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: