SONETO

Dos Céus à Terra desce a mor Beleza,

Une-se à nossa carne e fá-la nobre;

É sendo a Humanidade dantes pobre,

Hoje subida fica à mor alteza.

Busca o Senhor mais rico a mor pobreza;

Que, como ao mundo o Seu amor descobre,

De palhas vis o corpo tenro cobre,

E por elas o mesmo Céu despreza.

Como? Deus em pobreza à terra desce?

O que é mais pobre tanto Lhe contenta,

Que este somente rico Lhe parece.

Pobreza este Presépio representa;

Mas tanto por ser pobre já merece,

Que quanto mais o é, mais Lhe contenta.

Luís de Camões

Advertisements
Explore posts in the same categories: Sem categoria

Etiquetas: ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: