Reedição das Obras Completas de Lygia Fagundes Telles

 

 

Lygia Fagundes Telles

Lygia Fagundes Telles

A Obra

 

O universo narrativo de Lygia Fagundes Telles trouxe grande novidade à literatura brasileira quando a autora começou a publicar seus contos, ainda muito jovem, nas décadas de 1930 e 1940. Desde então, Lygia vem investigando os recantos da alma humana, em sondagem psicológica permanente. Seus personagens, em particular os femininos, são misteriosos e complexos, marcados pela reflexão incessante e pela fragilidade, mas também pela inquietação e pela mudança. Ignorando as classificações mais corriqueiras, sua obra realiza uma síntese entre o registro realista e a dimensão psicológica, diluindo as fronteiras entre crônica social e imaginação fabuladora. Sua literatura é reconhecida pelas personagens arrojadas, pelo tratamento dramático e, às vezes, onírico dos conflitos pessoais e pelo retrato dos costumes brasileiros.

 

A obra de Lygia foi escrita em um arco de tempo longo, que começa muito cedo em sua vida, alcança maturidade na década de 1950 e avança, com regularidade de publicação e qualidade literária, ao longo das décadas seguintes. Com isso, a autora construiu uma das obras mais singulares da literatura brasileira do século XX. Suas criações alcançaram grande densidade literária e, simultaneamente, enorme capacidade comunicativa, conquistando leitores jovens e maduros.

 

Refinada e sensual, é uma escrita que alia cuidado de elaboração e grande economia narrativa: a estrutura formal prima pelo controle e pela fluência, arrebatando o leitor até a última linha. Sua obra a insere entre os grandes escritores da mesma geração, como Erico Veríssimo, Clarice Lispector, Rachel de Queiroz, Rubem Fonseca e Adélia Prado.

 

Lygia alcançou resultados notáveis nos três principais gêneros em que produziu: o romance, o conto e o texto memorialístico. Os romances formam um conjunto coeso, que vai tornando mais evidentes as transformações históricas e sociais brasileiras, ao mesmo tempo em que se tornaram mais formalmente complexos com o passar do tempo.

 

É nos contos, porém, que sobressai a capacidade fulminante de arrebatamento e surpresa da escrita de Lygia Fagundes Telles. Muitos deles contam com finais abertos ou inconclusos. Como escreveu José Paulo Paes, suas peças de ficção não se esgotam no nível do enredo. Ao contrário, disse o crítico, “o interesse persiste mesmo depois de terminada a leitura, quando ficamos a matutar no esquivo significado das figurações que enriquecem a semântica do não-dito ou do quase-dito”.

 

A memória e a escrita imaginativa são a fonte de alguns dos melhores textos de Lygia: os relatos memorialísticos, sempre com um pé na ficção, num lusco-fusco literário que faz suas obras de caráter biográfico alçarem voo, tornando-se peças inclassificáveis, que passeiam entre o poético e o filosófico. Nesses textos, Lygia explora o espaço intermediário entre a experiência pessoal concreta e a imaginação que reanima o tempo passado, tornando-o presente mais uma vez.

 

A autora

 

Lygia Fagundes Telles nasceu em São Paulo e passou a infância no interior do Estado. Voltando a residir com a família na capital, a escritora fez o curso fundamental na Escola Caetano de Campos e em seguida ingressou na Faculdade de Direito do Largo São Francisco da Universidade de São Paulo, onde se formou. Quando estudante do pré-jurídico cursou a Escola Superior de Educação Física da mesma universidade.

 

Ainda na adolescência manifestou-se sua vocação para a literatura. Contudo, mais tarde a escritora viria a rejeitar seus primeiros livros porque em sua opinião “a pouca idade não justifica o nascimento de textos prematuros, que deveriam continuar no limbo”.

 

Ciranda de Pedra (1954) é considerado por Antonio Candido a obra em que a autora alcança a maturidade literária. Lygia Fagundes Telles também considera esse romance o marco inicial de suas obras completas. No mesmo ano, fruto de seu primeiro casamento, nasceu Goffredo da Silva Telles Neto, que lhe deu as duas netas: Lúcia e Margarida. Seu segundo romance, Verão no Aquário (1963), saiu no mesmo ano em que, já divorciada, casou-se com o crítico de cinema Paulo Emílio Sales Gomes.

 

A década de 1970 foi de intensa atividade literária e marcou o início de sua consagração. Publicou, então, alguns de seus livros mais importantes: Antes do Baile Verde (1970), As Meninas (1973), Seminário dos Ratos (1977) e Filhos Pródigos (1978), que seria republicado com o título de um de seus contos, A Estrutura da Bolha de Sabão (1991). Em 1980, escreveu A Disciplina do Amor. Os textos curtos e impactantes passaram a se suceder na década de 1990 e 2000, quando então são publicados A Noite Escura e Mais Eu (1995), Invenção e Memória (2000) e Durante Aquele Estranho Chá (2002). Conspiração de Nuvens (2007), que mistura ficção e memória, é seu mais recente livro.

 

Lygia Fagundes Telles conduziu sua trajetória literária trabalhando como Procuradora do Instituto de Previdência do Estado de São Paulo, cargo que exerceu até a aposentadoria. Foi ainda presidente da Cinemateca Brasileira, fundada por Paulo Emílio Sales Gomes.

 

Vivendo a realidade de uma escritora do terceiro mundo, Lygia considera sua obra de natureza engajada, comprometida com a difícil condição do ser humano. Mas, ao mesmo tempo, procura apresentar com a palavra escrita a realidade envolta na sedução do imaginário e da fantasia.

 

Desde 1987, Lygia Fagundes Telles é membro da Academia Brasileira de Letras. A autora recebeu alguns dos principais prêmios da literatura brasileira, dentre os quais se destacam o Jabuti (cinco vezes) e o APCA (quatro vezes). Foi agraciada também com o prêmio Guimarães Rosa (1972) e, por seu conto “Antes do Baile Verde”, com o Grande Prêmio Internacional Feminino (1969), na França. A consagração definitiva viria com o Prêmio Camões (2005), distinção maior em língua portuguesa pelo conjunto da obra.

 

Este artigo foi inicialmente publicado
 no Jornal da Companhia das Letras, São Paulo, Abril de 2009.

About these ads
Explore posts in the same categories: Sem categoria

12 Comentários em “Reedição das Obras Completas de Lygia Fagundes Telles”

  1. debora maria Says:

    aadoreiii,,, esse saite

    amei

    parabéns

  2. daiane Says:

    oi..
    A senhora está de parábens…
    Se continuar assim nós alunos vamos aprender e muito com a senhora..
    deus abenço.

  3. thais stefani cardoso inacio Says:

    oi..
    A senhora está de parábens…


  4. [...] The busiest day of the year was 18 de Agosto with 156 views. The most popular post that day was Reedição das Obras Completas de Lygia Fagundes Telles. [...]

  5. Thaynara Says:

    Amei este as informações sobre LYGIA FAGUNDES TELLES com elas pode tirar uma otima nota na materia de portugues
    bjsss…
    obrigada!

  6. shayene coutinho de melo Says:

    seus livros são simplesmente fantástico ,suas historia são criativa e detalhadas

  7. lucilene Says:

    a dorei estas informações com elas fico mas informada e posso também fazer um otimo trabalho de portugues lucilene de riolandia sp

  8. Leiziene Says:

    Adorei essas informações, foi de suma utilidade em meus trabalhos. Lygia é uma grande escritora e uma gloriosa mulher. Obrigada!!!

  9. getulio junio lima cardoso Says:

    gosto muito de jose paulo paes e um grande altor

    • neneteamo Says:

      Elizama rocha da Silva
      paraben’s Lygia,a senhora é uma grande escritora adorei todos os seus livros,eles são excelentes.
      obrigada por fzer parte dos nossos escritores brasileiros!
      e mais uma vez eu digo cm muito orgulho PARABENS!!!
      aluna do José Pacheco lomba…

  10. Stenio Esteter Says:

    Parabéns, excelente fonte de pesquisa para os alunos do Ensino Médio. Prof. Stenio Esteter – 23.08.2012 – 21:10


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 175 outros seguidores

%d bloggers like this: